Multas de trânsito poderão ser parceladas no cartão de crédito

O pagamento de multas de trânsito poderá ser parcelado com cartões de débito ou crédito, segundo resolução publicada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que já está em vigor a partir desta quinta-feira, 18.

De acordo com a resolução, cada órgão de trânsito poderá habilitar empresas financeiras para oferecer a alternativa de pagamento por cartão e quitar dívidas dos proprietários de veículos, porém é necessário ainda habilitar as operadoras de cartões para oferecer o serviço e nenhum deles é obrigado a acatar a nova regra.

A partir do momento em que o parcelamento é feito, o órgão de trânsito continua recebendo o valor à vista e a regularização do veículo será imediata. Antes da nova regra, somente multas aplicadas em veículos registrados no exterior poderiam ser arrecadadas com cartões de débito ou crédito.

Detran de Alagoas 

A assessoria de Comunicação do órgão enviou a seguinte nota:

“O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) informa que, no dia 7 de novembro, haverá uma reunião com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) com todos os Detran’s do país para alinhar como será a adesão ao parcelamento de multas de trânsito aplicadas pelo órgão com cartões de crédito ou débito. A resolução já está em vigor, mas cada órgão de trânsito ainda precisa habilitar as operadoras de cartões para oferecer o serviço, que não é obrigatório, e demanda um processo interno de operacionalidade, caso o órgão venha a aderir esta nova resolução.

A presidência do Detran/AL esclarece que a decisão sobre o parcelamento de multas só será tomada após a reunião com o Denatran”.

A assessoria de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) também informou que aguarda o posicionamento do departamento interno para se pronunciar se vai ou não acatar a nova regra.