Marx Beltrão anuncia R$ 3 milhões para universalização de água no sertão de AL

O ministro alagoano Marx Beltrão garantiu o empenho de R$ 3 milhões destinados à assegurar água de consumo humano ao povo sertanejo, que tanto sofre com a seca. O investimento anunciado faz parte da 1ª etapa do Projeto Microssistema Simplificado de Água em Regime de Tecnologia Social, que vai beneficiar milhares de famílias em 30 municípios do sertão. A iniciativa será desenvolvida em parceria com o governo do estado, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh). Os recursos foram viabilizados junto o ministro Osmar Terra, do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.

A implantação do projeto acontece em dois momentos, sendo a implantação de Microssistema Simplificado de Abastecimento de Água, com a distribuição familiar nos municípios de Delmiro Gouveia, Pariconha, Água Branca, Inhapi, Olho d’Água do Casado, Piranhas, Senador Rui Palmeira e São José da Tapera, por onde já passam as águas do Canal do Sertão, além da construção de cisternas do Telhadão em demais municípios da região. No total, serão investidos cerca de R$ 15 milhões, que estão sendo liberados por etapa conforme andamento do projeto.

De acordo com Marx Beltrão, a implementação de ações formativas e de enfrentamento às questões hídricas do estado contemplará milhares de alagoanos que sofrem com a seca do Nordeste, além de trazer melhorias no meio rural. “Estamos levando esperança. É a realização de um sonho das famílias que não têm condição de viver no sertão por conta da falta de água. As construções dessas cisternas e os sistemas de abastecimento, com recursos do Governo Federal, vêm em um excelente momento para facilitar a vida de milhares de alagoanos que vivem nessas áreas”, ponderou o ministro.

 

Para o secretário da Semarh, Alexandre Ayres, alternativas para que a água chegue com qualidade a quem mais precisa, a exemplo do Canal do Sertão tem levado oportunidade para milhares de alagoano e buscado alternativas para amenizara situação hídrica no estado. “Temos avançado em um curto espaço de tempo garantido água nas regiões mais necessitadas. O ministro Marx tem sido incansável na universalização da água e aportado investimentos para trabalharmos em parceria para atender quem mais precisa”, comentou.

O empenho para execução de todo o projeto está sendo coordenado pelo secretário executivo da Semarh, Edilson Ramos. Além da implantação de cisternas, telhadão com caráter produtivo que atenderá diretamente 350 famílias nos municípios: Canapi; Ouro Branco; Maravilha; Poço das Trincheiras; Dois Riachos; Igaci; Major Izidoro; Jaramataia; Batalha; Olivença; Olho D’ Água das Flores; Monteirópolis; Craíbas; Carneiros; Belo Monte; Jacaré dos Homens; Minador do Negrão; Mata Grande; São Sebastião; Estrela de Alagaos; Traipu; Cacimbinhas.

“A Semarh está trabalhando as ações no regime de tecnologia social. Por meio da criação do programa Gestão Social de Tecnologias de Águas Rurais para desenvolver todo processo de gestão e garantir água aos beneficiados com o projeto. Nosso trabalho é levar água de qualidade às comunidades mais distantes. Diante de todo sofrimento de quem não tem acesso devido à água é muito gratificante saber que terão acesso a ela encanada e com qualidade para consumo ”, concluiu.