Aluno incendeia escola no interior do Acre após discutir com professora

Um estudante de 14 anos incendiou a escola em que estudava no interior do Acre neste fim de semana. De acordo com a polícia, o menor cometeu o crime com a ajuda de um jovem de 19 anos. Ambos foram detidos.

Carlos da Luz Ribeiro, 19, e um menor de 14 anos incendiaram a Escola Estadual Rural Vicente Brito de Sousa, em Feijó, a cerca de 360 km de Rio Branco, na madrugada do último sábado (21). A Polícia Civil do município informou ao UOL que o estudante teria agido por causa de uma discussão que teve dias antes com a professora em sala de aula. Não foi informado o motivo da briga.

A escola, no Ramal Antônio Simplício, foi completamente destruída, assim como todo o material didático, computadores e outros objetos. Com isso, mais de cem alunos estão sem aula.

Os criminosos foram presos em flagrante pela polícia. Carlos negou a participação no crime, mas o estudante, que confessou o ato, confirmou sua presença. De acordo com a Delegacia de Feijó, outros menores que não participaram da ação, mas assistiram ao incêndio, também viram Carlos no local.

A prisão preventiva dos dois já foi homologada. Carlos deverá ser transferido para uma unidade prisional, enquanto o menor será encaminhado ao Instituto Socioeducativo do Acre.