PF indicia deputada Thaise Guedes por desvios de dinheiro

A deputada estadual Thaíse Guedes (PMDB) foi indiciada pela Polícia Federal  por suspeita de participação em um esquema criminoso que desviou mais de R$ 15 milhões recursos da Assembleia Legislativa de Alagoas. A parlamentar foi denunciada depois investigações da Operação Sururugate, deflagrada em março deste ano.

Segundo as informações do superintendente da PF, Bernado Gonçalves, Thaíse Guedes vai responder 25 vezes pelo crime de peculato, que corresponde aos salários recebidos indevidamente pelos servidores.

O crime é caracterizado pela apropriação por parte de funcionário público de bem ou vantagem em função do cargo que ocupa. A pena prevista é de 2 a 12 anos. A deputada prestou depoimento na noite de quarta-feira (25) na sede da Polícia Federal, em Jaraguá.