Entrada principal de cemitério está lotada de lixo e ossos humanos

O cemitério público São José, no Trapiche, parte baixa de Maceió, está com o corredor lotado de lixo, ossos humanos, caixão e restos de covas.

Uma senhora, que preferiu não se identificar, visitou  o túmulo do filho morto há 10 meses e reclamou da situação. “É um desrespeito. Eu e meus outros filhos ficamos muito abalados com a morte e enterramos ele aqui. Sempre há lixo aqui, sempre me dá uma tristeza toda vez que eu venho”.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (SEMDS) informou que o lixo do cemitério é recolhido quinzenalmente e que o descarte de resíduos especiais é feito adequadamente em uma célula específica do Aterro Sanitário de Maceió.

Join the Conversation