Investigação do sumiço de Allan Teófilo seguirá em sigilo

As investigações do desaparecimento do estudante universitário Allan Teófilo Bandeira, seguirá em sigilo e os novos fatos não serão divulgados a imprensa.

Segundo o delegado Fábio Costa, nem o corpo, nem o carro foram localizados, mas outros desdobramentos não podem ser revelados.

O caso

Allan Teófilo sumiu na noite de 23 de novembro, após sair de casa, na Forene, em Maceió, em direção a Satuba, cidade da Região Metropolitana.

Ele disse aos familiares que iria participar de um racha de futebol com amigos. Câmeras de segurança registraram a passagem dele na cidade por volta das 19h e, depois, por volta das 21h, quando estaria voltando para casa, porém não chegou e não foi mais visto.