População pode ficar sem queima de fogos em Maceió

A tradicional queima de fogos do dia 31 de dezembro, no réveillon de Maceió, na orla marítima, pode ser cancelada pelo prefeito Rui Palmeira.

O descaso pode impactar no turismo da capital.  A informação começou a circular nas redes sociais na manhã desta segunda-feira, 11.

Segundo denúncia, a prefeitura de Maceió e o Estado ainda não entraram em um acordo em relação à empresa que ficará responsável pelas festividades.

Ainda conforme os bastidores da política, não foi assinado nenhum contrato com empresas da área, ou realizada uma licitação, o que dificulta ainda mais a realização da festa, visto que faltam apenas 20 dias.

A incerteza em relação ao evento está gerando preocupando os donos de hotéis. Empresários do setor, por exemplo, temem prejuízos milionários no setor devido ao impasse de Rui Palmeira.

Em contato com a Secretaria Municipal de Cultura foi confirmada a situação. De acordo com a assessoria, ainda não houve negociações e não se sabe quando será lançada uma licitação.