TJ-AL realiza vistoria na Penitenciária de Segurança Máxima para apurar denúncias

O Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF), do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), divulgou nesta terça-feira (12) que foi realizada uma vistória na Penitenciária de Segurança Máxima (PenSM) de Maceió, para apurar denúncias feitas por parentes de presos.

Segundo o TJ, a inspeção foi realizada na segunda (11), sob a coordenação do juiz Josemir Pereira. “Foi recebida uma denúncia pelo GMF de que houvera, durante uma visita de familiares na penitenciária, algum tipo de tortura psicológica e falta de alimentação, e quando os familiares levavam os seus alimentos, eram jogados fora pela administração”, disse o magistrado.

A inspeção também serviu para apurar informações a respeito das investigações da morte do preso Ascânio Trindade da Silva na última quinta-feira (7), dentro da PenSM. “Viemos saber como estão sendo feitas as apurações do crime. Já foi nomeado um delegado, que obteve algumas informações, e nós vamos manter contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP)”, explicou o juiz.

O TJ informou que a direção do presídio negou as acusações feitas pelos parentes dos presos e ficou de entregar uma defesa por escrito. Um relatório contendo informações que foram constatadas na unidade será encaminhado à presidência do TJ e à do Conselho Nacional de Justiça em até 10 dias.