Rui Palmeira caçoa do Ministério Público e mantém pardais funcionando

O prefeito Rui Palmeira pouco se importou com o pedido do Ministério Público Estadual (MPE) para que a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) suspenda os radares eletrônicos em Maceió. A “banana” do prefeito foi tão grande que o site da prefeitura até publicou nota informando que os radares estão “funcionando normalmente”.

A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) destacou que todos os equipamentos de fiscalização eletrônica, localizados em áreas onde havia maior incidência de acidentes por excesso de velocidade, continuam funcionando normalmente, incluindo os 13 novos pontos instalados em setembro deste ano.

Os pontos permanecem operando tendo em vista combater infrações relativas ao excesso de velocidade, avanço do sinal vermelho, parada sobre faixa de pedestres e trânsito indevido na faixa azul.

A meta dos radares é garantir um trânsito mais seguro para todos. O órgão esclarece ainda que não foi notificado acerca da Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público Estadual, que suspendia a ação dos instrumentos de segurança.

Ainda segundo a Prefeitura, desde que a fiscalização começou a atuar também na Faixa Azul, notificando condutores que utilizassem a faixa exclusiva para ônibus indevidamente, a SMTT registrou uma redução de quase nove minutos nas viagens de ônibus realizadas nas avenidas mais movimentadas da capital.

Antes, quem precisava se deslocar nas avenidas Durval de Góes Monteiro e Fernandes Lima, entre às 7h e 8h, levava em média 44 minutos para percorrer o percurso da antiga rotatória da Polícia Rodoviária Federal (PRF) até a Praça do Centenário. Com a implantação da fiscalização eletrônica, esse tempo caiu para quase 35 minutos.