Prefeito e vereador de Mata Grande acusados de corrupção são afastados

O prefeito de Mata Grande, Erivaldo de Melo Lima (PP) e o vereador do município, Joseval Antônio da Silva (PP), foram afastados de suas funções pelo desembargador Celyrio Adamastor.

A decisão foi tomada no dia 31 de dezembro de 2017, mas só foi publicada na manhã desta terça-feira, 2. Eles estão impedidos de se ausentarem de Mata Grande sem a prévia autorização da justiça.

A defesa irá ingressar com um recurso para tentar o retorno do prefeito ao mandato. Erivaldo e Joseval foram detidos na véspera de Natal acusados de corrupção.

“Estamos trabalhando para reverter essa medida e fazer com ele e o vereador retornem ao cargo”, informou o advogado Diego Mousinho.

O prefeito é acusado de pagar “mensalinho” de R$ 7 mil para quatro vereadores, em troca da aprovação dos projetos de interesse do Município.

Um vídeo mostra a negociação que envolve os 4 vereadores. Porém, apenas dois aparecem mais claramente nas imagens.

Join the Conversation