Renan Filho desenvolve o Ronda no Bairro para maior segurança da população maceioense

Um novo modelo de ação policial para combater roubos a estabelecimentos e residências foi implantado no bairro do Jacintinho, em Maceió, e poderá ser ampliado à outros bairros da capital.

O programa foi denominado Ronda no Bairro e foi criado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). Ele conta com policiais voluntários da ativa e reserva que receberão pelo serviço extra, semelhante ao Força Tarefa, porém esse tem foco em homicídios.

Segundo o governador Renan Filho (PMDB), as equipes serão compostas por três policiais, dois deles da ativa e o terceiro da reserva. Os que estão em atividade nas ruas, vão trabalhar no dia de folga, e o terceiro, será um policial que já não está mais em serviço militar ativo. “Tem um foco em todos os crimes de rua, assalto de rua, crime contra o patrimônio, que é assalto a casa e estabelecimento comercial, tráfico de drogas, microtráfico, pessoas que trabalham associadas a outros grupos criminosos. Todos tipos de crime que acontecem na rua eles vão acompanhar”, disse Renan.

O pagamento do militar da reserva será de um salário mínimo e os PMs da ativa que optarem participar do programa, receberão R$ 160 por 8 horas cumpridas e podem trabalhar até oito dias a mais por mês.

O policial da reserva acompanhará filmando a ocorrência com uma câmera go pro que ficará no peito ou no capacete do policial reserva que estará de moto. As câmeras já foram solicitadas, mas ainda não chegaram. Por isso, inicialmente, as gravações serão feitas com smartphones.

Para convocar os policiais da reserva, os critérios foram exame físico, aptidão, policiais com perfil de proximidade com a população, já que é preciso caminhar pelas ruas, ouvir a comunidade e os relatos. “Esse policial da reserva vai acompanhar a atuação da polícia. Ele vai filmar, registrar, porque o segredo desse policiamento é a aproximação com o cidadão. E isso é importante que seja feito de maneira educada, respeitosa, cidadã”, finalizou o governador.

O programa é comandando por um policial da reserva, coronel Maxwell, acompanhado de perto pelo secretário de Segurança Pública, o coronel Lima Júnior. Além disso, quatro pastas do estado fazem parte do Ronda no Bairro: a SSP, a Secretaria de Prevenção à Violência, a Secretaria de Assistência Social e a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social.

Os policiais do programa Ronda no Bairro usarão um colete amarelo por cima da farda da polícia militar, e as rondas serão feitas de 6h30 às 22h. Já o resto da noite será de responsabilidade do policiamento tradicional.

Join the Conversation